Por que empreender ?

Esta é uma pergunta que oferece inumeráveis possibilidades de enfoques em suas respostas na medida em que existem inumeráveis situações onde se pode deparar com alternativas das mais diversas para empreender.

Empreender para evitar a sensação de inutilidade proporcionada pela rotina diária e substituí-la por outra, como a de buscar atingir o prazer indescritível de ser o autor de uma solução diferente e criativa para um problema longevo e desafiador onde outros tantos já haviam desistido de tentar.

Empreender para ter a chance de passar pela vida sendo um protagonista e não apenas um figurante, entendendo que, para isso, o cenário não precisa necessariamente ser sob os holofotes das grandes empresas e que a sensação de sucesso e de dever cumprido cabe perfeitamente em qualquer atividade desde que haja destaque reconhecido no desempenho e no comprometimento.

Empreender para ter a chance de saltar da platéia para o palco e arrancar aplausos entusiasmados dos outros e de si próprio.

Empreender para ter boas histórias para contar no aniversário de 90 anos e poder se sentir como o grande herói e o exemplo a ser seguido pelos membros mais jovens da família.

Não fosse pelos empreendedores ainda estaríamos vivendo em cavernas, andando descalços e nos locomovendo por cipós e pirogas.

Foi o inconformismo de empreendedores que permitiram todos os avanços experimentados pela humanidade e nos levaram aos níveis de conforto e desenvolvimento a que chegamos.

Foi um empreendedor brasileiro que criou o cheque pré-datado.

A cada dia se faz mais e mais necessário compreender e praticar os ensinamentos do empreendedorismo devido à enorme alteração que começa a se apresentar em todo o mundo sobre os relacionamentos trabalhistas.

Emprego começa a ser uma palavra em fase de extinção e as garantias de estabilidade são gradativamente reduzidas e substituídas por parcerias alicerçadas nos desempenhos individuais.

A valorização começa a ser vinculada à produção e à produtividade.

Quem produz mais ganha mais e vice-versa.

Simples e justo.

Um comentário sobre “Por que empreender ?”

Deixe uma resposta