Felicidade é a chave

3-5

É frequente, pelos corredores da faculdade sermos abordados para opinar sobre que curso seguir e nossa resposta tem sido sempre a mesma: “Eu não tenho esta resposta mas sei quem a tem”.  E o bombardeio continua: “Quem?  Quem?”  — “Ora, quem mais poderia ser?  Você, logicamente”.

E é isso mesmo. A resposta desta pergunta está dentro do coração de cada um. Jamais se deve procurar por uma profissão baseando-se em dados presentes de mercado. Os cursos consomem alguns anos para serem concluídos e, nesse ínterim, muita água terá passado por baixo da ponte e a realidade poderá estar completamente diferente entre a aula inaugural e a formatura.

O segredo do sucesso está em buscar, como profissão, algo que lhe seja prazeroso. Algo que seja feito com alegria, com felicidade.  Quando se trabalha com aquilo que se gosta, a atividade acaba se tornando nossa maior fonte de lazer.  Fazer o que gosta é uma das mais antigas formas de obter felicidade, paz, saúde, reconhecimento e finalmente o tal almejado sucesso.

Fazer um curso visando pura e tão somente a facilidade de obter uma vaga de trabalho pode ser o início de um tremendo calvário.  Os efeitos colaterais da infelicidade em ter de conviver pelo resto da vida com uma atividade não compatível com nosso temperamento são tantos que é necessário mesmo ter a coragem inicial de não se encantar com o canto efêmero da sereia.

Trabalhar no que se gosta resulta em um despertar feliz, um dia mais produtivo e uma noite de sono tranqüila e repousante, com a perspectiva de um amanhã cada vez mais gostoso. Por isso, não só na escolha da profissão mas em todas as decisões que tiver de tomar na vida, sempre que possível, procure optar por aquela que lhe traga a maior dose de felicidade.

Felicidade é o Santo Graal de todo mundo. Felicidade se transforma em longevidade, em saúde, em paz interior e até em dinheiro. Felicidade deve ser o conteúdo da lâmpada mágica de Aladim.

Esta é a chave.

Imagem: The Guidance Center

Um comentário sobre “Felicidade é a chave”

Deixe uma resposta